Fatos da sepse

O reconhecimento precoce é fundamental para uma intervenção oportuna1

Avaliação inicial e intervenção precoce, para ajudá-lo a se antecipar à sepse6

A sepse está associada a alterações cardiovasculares que podem levar ao desenvolvimento da hipoperfusão tecidual.

perfusão adequada

A perfusão adequada requer pressão arterial e débito cardíaco (DC) adequados

débito cardíaco

Débito Cardíaco (DC) =
Volume Sistólico x Frequência Cardíaca

O gerenciamento da sepse é um evento urgente.7-8É extremamente importante que os pacientes sejam diagnosticados o mais rápido possível, e recebam os cuidados intensivos apropriados.

Os pacientes com sepse podem apresentar perfis hemodinâmicos amplamente diversos. O monitoramento intermitente de parâmetros críticos do paciente que mudam rapidamente fornece informações insuficientes ao determinar a capacidade de resposta ao volume.

Quando cada momento é importante, o acesso a parâmetros hemodinâmicos avançados dinâmicos e baseados em fluxo oferece informações valiosas para ajudá-lo a orientar decisões proativas na administração de volumes.6

As soluções avançadas de monitoramento hemodinâmico da Edwards Lifesciences podem ajudá-lo a detectar precocemente os sintomas da sepse, a orientar a avaliação do tratamento, e a cumprir as diretrizes do pacote da CMS/NQF.6,10-12

Soluções de monitoramento hemodinâmico

Soluções de monitoramento hemodinâmico para ajudá-lo a avaliar os pacientes individualmente e atender às
diretrizes da CMS6, 10-12

A Edwards oferece soluções avançadas de monitoramento hemodinâmico, que os médicos podem personalizar com base nas necessidades fisiológicas de cada paciente, para ajudar a gerenciar de maneira proativa a sepse, a sepse grave e o choque séptico.6

Dedeira

Dedeira ClearSight não invasiva

VS, VVS, RVS, DC, cBP

A dedeira Clearsight pode ser usada para medir parâmetros baseados em fluxo continuamente, antes, durante e depois da administração de fluídos conforme protocolo de sepse da CMS. A dedeira Clearsight conecta-se de maneira rápida e não invasiva a uma ampla população de pacientes, incluindo idosos e obesos.9, 13-14 Ela pode ser usada para testar a responsividade a fluidos, seja com um desafio volêmico ou elevação passiva de pernas para pacientes não ventilados mecanicamente. Pressão arterial contínua, DC e VS fornecem informações úteis para tomada de decisões sobre alterações sensíveis na pré-carga.9

FloTrac

Sensor FloTrac Minimamente Invasivo

VVS, RVS, DCC

O sistema FloTrac pode ser usado para medir parâmetros baseados em fluxo continuamente, antes, durante e depois da administração de fluídos conforme protocolo de sepse da CMS. O sistema FloTrac é minimamente invasivo e se conecta a qualquer cateter arterial existente para aumentar o nível de monitoramento contínuo a medida que a acuidade do paciente muda. O monitoramento contínuo do DC  e VS fornece informações úteis para tomada de decisões sobre alterações sensíveis na pré-carga.9

Oximetria

Cateter Venoso Central (CVC) de Oximetria da Edwards

ScvO2, PVC

O cateter venoso central de oximetria da Edwards atende à recomendação de medidas centrais da CMS para a colocação de uma linha central ao administrar vasoconstritores.15-16 Você pode atender aos requisitos de reavaliação com um único dispositivo utilizando a PVC de oximetria da Edwards para medir continuamente a ScvO2 e a PVC. O CVC de oximetria da Edwards fornece ScvO2contínua, um indicador precoce do fornecimento de oxigênio comprometido ou inadequado, que comprovadamente revela mudanças críticas mais cedo do que os sinais vitais, permitindo que você responda mais cedo.17-21

Faça a diferença

Seu hospital não pode se dar ao luxo de esperar

As diretrizes do pacote de sepse, conforme apresentadas, foram publicadas pela CMS em 4 de agosto de 2014, e são apresentadas apenas para fins informativos. Estas informações não constituem reembolso ou aconselhamento médico. A Edwards não faz nenhuma declaração ou garantia em relação a estas informações ou à integridade, precisão ou pontualidade destas. Não se pretende fazer uma recomendação sobre a prática clínica. Leis, regulamentos e políticas de pagadores referentes a reembolso são complexos, e mudam com frequência; os prestadores de serviços são responsáveis por todas as decisões referentes a serviços clínicos, codificação e apresentações de reembolso. Portanto, a Edwards recomenda veementemente a consulta com a CMS, pagadores, especialistas em reembolso e/ou assessoria jurídica em questões de diretrizes, codificação, cobertura e reembolso.

Recursos

Entre em contato com um representante comercial

Referências
  1. ACEP Expert Panel on Sepsis. DART evidence-driven tool guide.
  2. Statistics, National Center For Health. NCHS Data Brief, Number 62, June 2011 (n.d.): n. pag. www.CDC.gov. Centers for Disease Control, June 2011. Web. 6 Apr. 2016.
  3. Liu, Vincent, Gabriel J. Escobar, John D. Greene, Jay Soule, Alan Whippy, Derek C. Angus e Theodore J. Iwashyna. "Hospital Deaths in Patients With Sepsis From 2 Independent Cohorts." Jama 312.1 (2014): 90. Web.
  4. Statistics, National Center For Health. NCHS Data Brief, Number 62, June 2011 (n.d.): n. pag. www.CDC.gov. Centers for Disease Control, June 2011. Web. 6 Apr. 2016.
  5. World Sepsis Day Sepsis Fact Sheet, 2015.
  6. Marik, Paul E., Xavier Monnet, and Jean-Louis Teboul. “Hemodynamic Parameters to Guide Fluid Therapy.” Ann Intensive Care Annals of Intensive Care 1.1 (2011):1. Web.
  7. Martin, Greg S. “Sepsis, Severe Sepsis and Septic Shock: Changes in Incidence, Pathogens and Outcomes.” Expert review of anti-infective therapy 10.6 (2012): 701–706. PMC. Web. 12 July 2016.
  8. Kumar A, Roberts D, Wood KE, et al. Duration of hypotension before initiation of effective antimicrobial therapy is the critical determinant of survival in human septic shock. Crit Care Med. 2006.
  9. Truijen et al. Noninvasive Continuous Hemodynamic Monitoring. Journal of Clinical Monitoring and Computing. 2012.
  10. Manual do Operador EV1000_157811A5.
  11. EV1000 Operators Manual (S-0351).
  12. GOV: Sepsis Bundle Project - SEP1.
  13. Eeftinck Schattenkerk D, et al. Nexfin Noninvasive Continuous Blood Pressure Validated Against Riva-Rocci/Korotkoff. American Journal of Hypertension 2009; 22(4):378-383.
  14. Maguire S, et al. Respiratory Variation in Pulse Pressure and Plethysmographic Waveforms: Intraoperative Applicability in a North American Academic Center. Anesthesia & Analgesia 2011;112:94-6.
  15. Dougherty L. Central venous access devices. Nurs Stand. 2000;14(43):45–50. [PubMed]
  16. Moureau N, Poole S, Murdock MA, Gray SM, Semba CP. Central venous catheters in home infusion care: outcomes analysis in 50,470 patients. J Vasc Interv Radiol. 2002;13(10):1009-16. [PubMed]
  17. Reinhart K, et al. Continuous central venous and pulmonary artery oxygen saturation monitoring in the critically ill. Intensive Care Med. 2004;30(8):1572-8.
  18. Rivers EP, et al. Central venous oxygen saturation monitoring in the critically ill patient. Curr Opin Crit Care. 2001;7(3):204-11.
  19. Ingelmo P, et al. Importance of monitoring in high risk surgical patients. Minerva Anestesiol. 2002;68(4):226-30.
  20. Scalea, TM, et al. Central venous oxygen saturation: a useful clinical tool in trauma patients. J Trauma 1990;30(12):1539-43.
  21. Ander, DS, et al. Undetected cardiogenic shock in patients with congestive heart failure presenting to the emergency department. Am J Cardiol 1998;82(7):888-91.
  22. Chen, Caroline, and Doni Bloomfield. "Deadly Infections Drive Billions in Hospital Bills to Medicare." Bloomberg.com. Bloomberg, 15 June 2015. Web. 06 Apr. 2016
  23. Statistics, National Center For Health. NCHS Data Brief, Number 62, June 2011 (n.d.): n. pag. www.CDC.gov. Centers for Disease Control, June 2011. Web. 6 Apr. 2016.
  24. Statistics, National Center For Health. NCHS Data Brief, Number 62, June 2011 (n.d.): n. pag. www.CDC.gov. Centers for Disease Control, June 2011. Web. 6 Apr. 2016.
  25. Report to Congress: Medicare and the Health Care Delivery System, June 2015.

Please update your browser

Please update to a current version of your preferred browser, this site will perform effectively on the following:

Unable to update your browser?

If you are on a computer, that is maintained by an admin and you cannot install a new browser, ask your admin about it. If you can't change your browser because of compatibility issues, think about installing a second browser for browsing and keep this old one for compatibility